quarta-feira, 8 de abril de 2009

Cursos de francês grátis

Em Lausanne há cursos de francês grátis para estrangeiros.

Inscrições*

Terça Feira das 16h às 19h

Quintas Feiras 10h às 12 horas

*todo o ano salvo férias escolares

Valor da inscrição: 10 francos (6.58 euros)

Aulas de segunda a sexta feira de manhã, tarde e pós-laboral

Place Pépinet 2, 1003 Lausanne

Telefone: 021 329 04 49

Email: francaisenjeu@bluewin.ch

www.francaisenjeu.ch

29 comentários:

Guida disse...

Que óptima iniciativa!
Só aqui para os meus lados é que não há cursos de alemão gratuitos...
E já agora parabéns pelo teu blog!

Sonhos Milka disse...

Olá Guida,

Obrigado pelo comentário.

Coloquei-a na lista de Blogs.

Nos "serviços de estrangeiros" onde se faz o permis deve ter informação sobre cursos em alemão também :)

Eu quero continuar o alemão e até vou investigar sobre isso, já que na Escola Migros não fica por menos de 500 CHF :)

Filipe disse...

grande ideia para integrar os estrangeiros no país, por parte da suiça...

Sérgio disse...

cursos grátis... mas com preço de inscrição?

Sonhos Milka disse...

Sim Sérgio, é que a inscrição de 6.58 euros é uma fortuna! :)

W123 disse...

Sim...esse valor de inscrição é proibitivo a qualquer pessoa :)
Cá e para não dizer mal de Portugal (mais uma vez) até parece que também temos cursos de Português para estrangeiros grátis.
Sim, eu sei que custa a acreditar, mas é verdade!

Au revoir...

W123

Hydrargirum disse...

Que maravilha que encontrei este blog. De repente senti/me menos sozinho em Lausanne!

Se bem que acho que sou capaz de melhorar o meu Frances com o dia a dia...se calhar um curso nao era ma ideia...

:))))

Hydrargirum disse...

E pronto acabei de ler o teu blog avidamente de fio a pavio...:)

Sonhos Milka disse...

Hydrargirum envia-me o teu contacto por email (lado direito do menu na página principal) e vamos lá tomar uma cerveja de litro e aproveitar o sol nas esplanadas :D

Sonhos Milka disse...

Ah... tenho a dentição completa, não fiz madeixas este mês e a camisola da selecção de portugal está para lavar... :D :D :D

Hydrargirum disse...

Que gargalhada! Segue o mail ja em seguida:)
:D

.. disse...

Boa tarde!
Esta tendo inscriçao agora em agosto 2009??? Como faco p fazer??obrigada!!

Anónimo disse...

ola gostei de saber que existe um curso gratis para estrangeiro, preciso aprender francês urgente estou em Nyon como faço para me inscrever, esta tendo curso agora em agosto?

Luisa disse...

Olá Milka, há imenso tempo que descobri o teu blog, e o tenho em meus favoritos.
Fiquei radiante, como a maioria das pessoas que por aqui passam, ao ver que existem Portugueses que ainda se interessam em ajudar os outros.

Fiquei tb com a sensação de estar menos sozinha e até, posso dizer, senti-me mais segura com a tua existência. Um grande bem haja a pessoas como tu.

Uma das coisas que mais alegrou no teu blog foi, saber da existência desse dito curso de francês gratuito, mas a minha alegria foi de pouca dura, logo me apercebi que era o mesmo que tive conhecimento há um ano atrás qdo cá cheguei.

Os cursos são realmente gratuitos, mas só para quem reside em Lausanne, fora de Lausanne, esqueçam amigos...esqueçam mesmo.
Tenho o "azar" de morar para os lados de Pully, mas moro em casa de amigos, expliquei este facto á senhora que se encontrava no atendimento, todavia, a resposta foi como a da primeira vez, "Não, não lhe podemos dar a hipótese de fazer este curso, porque você habita numa comune de ricos!!!" LooOL, SERÁ POSSÍVEL ISTO?

Nem quis acreditar :#

Que culpa tenho eu (que n tenho morada própria) de os meus amigos morarem para lá? E mais, que eu saiba a casa dos meus amigos não é luxuosa, nem eles o são, São sim ricas pessoas!

Fiquei desiludida e com vontade de chorar. Não tenho vergonha de o dizer, pois já é a segunda vez que lá vou e sem dó nem piedade, me respondem da mesma forma, e eu queria somente aprender mais e aperfeiçoar o meu fraco francês, tenho aprendido pouco a pouco, e sozinha, todos os dias me esforço para compreender um pouco mais, por saber um pouco mais, para então, arranjar um trabalho melhor, porque de que me serve ter um bom curriculum, se n sei falar e escrever o francês correctamente?

Não tenho meios financeiros para me inscrever numa escola privada, tipo migros ou outras semelhantes, tenho trabalho, mas são todos temporários, e quando existem, logo os ganhos são quase nulos. Dão somente, e felizmente, para ajudar nas despesas mensais, pagar os seguros, e resta mto pouco.

Enfim, pergunto-me então... ora, de que vale iludirem as pessoas com um curso de francês gratuito, mesmo que com a desculpa de melhor integrar o emigrante na cultura e sociedade em que está inserido, se o mesmo só serve para quem habita na comune de Lausanne? Será que eles não vêm que estão a ser racista/dsicriminalistas com entre eles próprios (comunes).
Porque será que o sol não nasce para todos igual?

Luisa disse...

Terei de viver com isso, continuarei a fazê-lo, mas com menos fé que o dia de amanhã seja melhor que o de hoje. Tenho 34 anos não sou velha, mas para nova tb não vou, tenho força de vontade, n tenho medo do trabalho, sou bastante activa, dinâmica, tenho muita energia para dar e vender, adoro aprender coisas novas, adoro desafios, sou alegre, divertida, corajosa....e entrego-me de alma e coração em tudo o que faço.

Mas desperdício toda essa energia, conhecimento, vontade de mais aprender, na rotineira vida que levo, a fazer outros tipo de trabalhos que nada me ensinam de novo, que só me deixam cada dia mais cansada, com dores nas pernas, pulsos, e me estragam a coluna. Não são trabalhos menores, n me envergonha de ser empregada de limpeza.... Mas ñ foi para isso que estudei, não sinto que tenha vindo ao mundo para acabar como mulher a dias, tenho tanta energia e vida, posso fazer outras coisas, ser mais produtiva....eu sinto isso, toda a vida o senti, por isso é k consigo ter muitas acções de formação, porque para mim o conhecimento não ocupa lugar...tenho sede de mais saber e fazer.

Não sou idiota, não vim para cá a achar que isto seria perfeito, ou fácil!!!
Nunca criei falsas expectativas e sempre soube das minhas limitações, no que respeita ao francês falado e escrito.

Mas sempre acreditei, porque acreditar é caminhar e avançar, de que, de alguma forma fosse conseguir. Não sei explicar, pus licença sem vencimento no meu trabalho, e segui em frente, à procura de algo melhor para mim, para o meu futuro, num país desconhecido.

Pensei que o facto de existirem aqui mtos portugueses que isso fosse algo de positivo, mas enganei-me, redonda e monstruosamente.

Luisa disse...

Tenho-me desiludido cada dia mais com os portugueses que estão cá. Quando expressei a todos a minha vontade de vir para a Suiça, só me chamaram de doida, disseram-me que me iria arrepender, pois com toda esta energia e força de viver, que depressa regressaria, pois os suíços são um povo de poucas festas, risos, palavras e que eram arrogante, mentes fechadas e extremamente individualistas.

... pois bem, alguns até são mal encarados, mas eu respondo-lhes;

mais vale um suíço mudo e enfiado na sua caixita, mal humorado, do que mil falsos portugueses(as), desculpem-me as palavras directas, mas esclareço desde já que com isto n estou rotular ninguém, sei bem que existem excepções.

Estou farta de ter falsos amigos, com falsos sorrisos, com promessas de ajuda pouco sérias ou bem intencionadas, de falsos apoios.

Estes meus conhecidos, pessoas que desprezo e muito hoje em dia, têm o que muitos portugueses aqui têm.

Pouca educação, humildade, são pessoas egoístas, que gostam de mostrar que são solidárias, só para assistirem ao espectáculo da tua vida, na primeira fila, e se puderem, como tb já me aconteceu, tiram-te o tapete, para caíres mais rápido do que te levantares.

Pois, não se pode ter nada melhor do que eles têm, pois cobiçam logo e agoiram, maldizem.
Não podes ter nada tão ou mais rápido do que eles obtiveram, pois eles estão aqui há uma vida, e conseguir para eles como n foi fácil, para ti tb não deverá ser.

Luisa disse...

Uns conhecido, poucos meses de eu cá estar disseram-me o seguinte...fiquei chocada com tamanha ignorância....estava eu a procura incessantemente de algo melhor, de cursos, de quase tudo...então foi assim: "és mesmo burra, se tinhas um bom trabalho lá (Portugal), que viste para cá fazer?
Olha que eu n te posso prometer nada, mas vou ver o k posso fazer por ti, no entanto digo-te já, estou cá há muitos anos e para ter o que tenho tive de trabalhar muito, e tu, para teres o que eu tenho, ou conseguires um pouco, vais ter de trabalhar duro e sofrer como os outros...e mais nada"..

"Hei, respondo eu..calma contigo. Para começar não te pedi nada, e segundo, a conversa proporcionou-se porque vocês me perguntaram sobre como corriam as coisas..."

Lá está, assistir em primeira fila a tudo o que se passa, para melhor controlarem e saberem, lool, gente vazia com vidas vazias, e como as suas vidas n têm qlq interesse têm de se ocupar com a vida dos outros...

Mas eu nunca exigi nada ,jamais pedi, porque sei que pedir pode acabar com uma amizade, por a pessoa se sentir comprometida, jamais almejei ter o que eles têm , possas tenho bom gosto, logo se tiver, terei diferente.

E eles n são os únicos a dizerem o mesmo " terás de sofrer e trabalhar duro como todos nós, para teres alguma coisa na vida.."

Mas porque terei, teremos, de sofrer o mesmo que eles?

Porque que terei de trabalhar anos duros para ter o que eles têm?

Qual será o mal de o meu percurso ser menor, menos penoso, ou diferente do deles?

Eu sou uma pessoa minimamente formada,e fui educada a não baixar os braços perante os vários obstáculos que se nos impõem.

Luisa disse...

Não gosto da palavra impossível, gosto de lutar por aquilo que acredito ser melhor para mim, até ver onde posso chegar, mas prefiro os riscos, á ignorância de não saber como haveria sido, se o tivesse feito, dito, escrito,etc.

Enfim, deparei-me com alguma pessoas dentro desta comunidade, podres.

Viva a minoria que assim entende não o ser, pois esses sabem ser humildes, prestáveis, sabem dar valor ás diferenças, amizade, sabem ser bons conselheiros, fieis aos seus, ter respeito pelos outros, pelo seu espaço e pela sua liberdade.

Desculpem o desabafo, desculpa Sonhos Milka, por invadir o teu espaço com estas lamechas, mas tinha de desabafar, e tinha de ser com aqueles que n conheço, mas que sei que co-habitam no mesmo espaço e tempo que eu, e que procuram o teu site, e o vão ler com certeza. Creio que só assim, dizendo tudo o que sentimos, podemos abrir as consciências de muitos, que ignoram as suas atitudes quotidianas.

Talvez assim, se veja o português, a falar o bom português tranquilamente e sem vergonha de mostrar o que é, nas ruas, supermercados, centros comerciais, trabalho, etc, porque tb até hoje n consigo perceber porque é que alguns têm vergonha de mostrarem que são portugueses.
Engraçado, não vejo as outras comunidades a comportarem -se da mesma maneira. Vejo espanhóis a falarem entre si em espanhol, italianos, o italiano com italianos, falam italiano, ucranianos no mesmo, bosniaques igualmente, epá, porque se escondem os portugueses? Se alguém souber responder, por favor, elucidem-me porque eu n consigo perceber.

Já tive dificuldades em várias coisas num supermercado, sabia que tinha ao meu lado uma portuguesa, tentei falar-lhe em português e ela respondeu-me em francês...lool

Haa, e há mais, alguns até têm a certeza que n vão ser confundidos com portugueses se falarem em francês, e pobres coitados, assinam a sentença deles, pois o seu francês é pior falado e pronunciado do que o meu próprio, que é tão minúsculo, ihihih...

Concluo, dizendo-vos que tenho esperança no amanhã, creio que podemos ser melhores do que somos hoje...felicidades a todos e espero que brevemente, Lausanne tenha cursos gratuitos para todos, e n só para alguns. Fico triste, hei-de permanecer triste e desiludida. Queria tanto esta oportunidade.

Sonhos Milka disse...

Olá Luisa, muito obrigado pela contribuição e testemunho.

Não poderia concordar mais contigo.

Irei colocar um novo tõpico sobre as diferenças entre comunidade portuguesa e espanhola, já que todos pensam que são iguais ou muito similares.

Infelizmente tenho chegado à conclusão de que a Suiça é mesmo o país da emigração para obras e limpezas. Quem não tiver curso de engenharia, enfermagem ou informática terá mesmo muitas poucas oportunidades.

Estou inclusivé neste momento a considerar uma saída para outro país com mais oportunidades.

Neste aspecto fiquei bastante decepcionado. E vejo tantos portugueses invejosos que ficam agradados com isto. Já vários me disseram que "aqui só não arranja trabalho quem nâo quer" ou para "esquecer que as melhores oportunidades são sempre para os suiços e que os portugueses têm que fazer sempre os que os suiços não querem". Em mais de 30 anos nâo há uma geração que mude esta péssima imagem! Imagem que o português é trabalhador mas um atrasado analfabeto que se deixa humilhar e escravizar por um salário.

Julgava mesmo que o curso era para todos, quer em Lausanne, Renens ou Morges.

Tens aqui uma lista com mais associações:

http://www.lausanne.ch/DataDir/LinkedDocsObjDir/15983.pdf

http://www.lausanne.ch/minisites/bli_contacts/francais.html#

Luisa disse...

Obrigado pela lista e pela compreensão.Pensava que só eu via esta miséria, mas vejo que não, e fico contente.
Aquela nova geração que falas, que puderiam mudar algo, são somente os piores, são mais egoístas, desprezam os país, e todos os que n conhecem. Creio que acham que lá porque nasceram aki, ou estão há anos por cá, k são mais suíços que os próprios suiços.
Mas tb educadas por pessoas cujo preconceito de ser português ainda hoje é bem presente, não puderiam ser melhores.
Realmente, tens razão, oportunidades de trabalho para portugueses aqui, são relamente nas áreas de enfermagem,informática, ou engenharia. Lool, tb ja tinha realizado isso.
Vim para cá, chamam-me doida, sem nada saber dizer em francês, somente os bons dias e boa noite, a necessidade fez-me aprender rápido um francês desenrascado, mas precário. Mas confesso k tb eu contribuo para o número que comentas, de pessoas k vêm para cá de a tudo se sujeitam por um salário. Amigo, ñ tenho outra hipótese, tenho contas para pagar, e com a limitação que tenho na língua e escrita francesa,ñ posso pedir mais, bem sei até onde posso ir. Embora, esteja sempre a tentar desencantar forma, maneira de contornar a situação.
Obrigado uma vez mais pelas palavras e pelo apoio, um bjo e até breve.

Luisa disse...

Desculpa mais uma vez, mas tenho de esclarecer um coisa.

Quanto ao curso de francês, creio que as pessoas que moram em Renens, ou Morges, Crissier, nos arredores de Lausanne podem fazer este curso, o que ainda n entendi, é o porquê de eu, que moro tb nos arredores, mas em Pully não o posso fazer. A explicação deles foi só uma, Pully é uma comune de gente rica, como tal, eu emigrante ñ proprietária de coisa nenhuma, de repente passei a rica xD ...

Boa sorte a todos, felicidades.

Sonhos Milka disse...

Luisa, com todo o respeito, talvez tenham entendido mal.

És convidada em casa de amigos e não és proprietária. Mas sinceramente já nada me admira.

Tenho visto muita coisa a acontecer aqui na Suiça que também não é exemplo, o que me faz ponderar o futuro.

Bona Fortuna!

Sulamita portela - brasil disse...

Bom dia, legal saber dessa informaçao. Queria saber se eu, 53 e meus dois netos (8 e 12 anos) podemos nos inscrever para fazermos este curso de françes. Estamos na italia e, gostaria de aproveitar essa oportunidade, poderiamos fazer 3 meses de frances. Meu e-mail è sulamitaportela@hotmail.it o email abaixo è o de lorena (minha neta).

Obrigada pela atençào.
sulamita portela

Sulamita portela - brasil disse...

Estava lendo os outros comentarios, entendi que o curso existe para pessoas de Lausanne. Gostaria de informar que esta è a cidade que meus netos estarào indo morar e estudar este ano em Setembro. A màe deles casou-se com um portugues que mora ai em Lausanne.

Sonhos Milka disse...

Olá,

Obrigado pelo comentário.

Para informaçôes sobre o curso deverá consultar ou contactar a associação formadora.

Telefone: 0041 21 329 04 49

Email: francaisenjeu@bluewin.ch

www.francaisenjeu.ch

Anónimo disse...

Gostava de saber se este curso ainda existe pois sou novo em lausanne e preciso mesmo de melhorar o frances porque preciso de tirar a carta de conduçao, abraço e espero resposta :)

Sonhos Milka disse...

É só visitar os links e ver as datas :)

João Carlos Fernandes Barreto disse...

Olá a todos desde já parabéns pela iniciativa e desempenho certamente fundamental e imprescindível na vida de muitos portugueses aqui na Suiça.

Cheguei cá a pouquíssimo tempo e a língua é de momento a minha maior barreira. Gostava de participar nas aulas e ter a oportunidade aprender mais e mais depressa mas o meu horário de trabalho não me deixa com muito tempo disponível. Trabalho de noite e só tenho disponibilidade durante a tarde. Haverá algum horário que seja compatível com a minha disponibilidade?

Deixo aqui o meu contacto e desde já o meu agradecimento....

078 951 59 09

Continuação de um excelente trabalho,

Cumprimentos,

João Barreto

Sonhos Milka disse...

Olá João Barreto,

Bem-vindo! Dependa do nível e da intensidade do curso, há cursos de Janeiro a Dezembro com horário de 14 horas a 16 horas ou cursos intensivos com horários 8h30-11h30 ou 18h30-21h30.

Consulte a página: www.francaisenjeu.ch e contacte-os info @ francaisenjeu.ch - telefone: 021 329 04 49

Cumprimentos

Sonhos Milka