sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Festas Felizes!

Amigos,

Esta tarde estamos de partida para Portugal, onde iremos passar as Festas de fim de ano com a nossa familia.

Desejo-vos um Feliz Natal e um Prospero Ano 2009! Que todos tenham uma boa viagem de ida e regresso.

Um forte abraco em especial ao meu bom amigo Hugo Bragada, que vai trabalhar nesta altura de festas familiares.

A ele, muita força nesta nova fase de vida. Valera a pena, que va em frente sem desanimar e aqui estaremos para o apoiar. No proximo ano espero poder celebra-lo aqui também...

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Garantie de Loyer

Arrendar um apartamento não é tarefa simples. Além da pesquisa nas paginas habituais e da forte procura, um dos maiores obstaculos é a garantia de aluguer de 3 meses de renda.

Felizmente através da Swiss Caution é possivel fazer um seguro até 15 000 CHF.

Basta aceder a www.swisscaution.ch/pt, calcular o prémio a pagar e inscrever-se por telefone ou pela internet.

Ha um prémio fixo de inscrição para o primeiro ano de 231 CHF que é válido até 31 de Dezembro do ano em curso.

Por cada ano seguinte paga-se 5% do valor da garantia + 20 CHF.

Mesmo assim tem-se bastantes vantagens, por aqui são extremamente exigentes na forma como os apartamentos são entregues. Inclusivé ha um relatorio feito pela agência para verificar o estado do apartamento. A nossa agência faz igualmente visitas periodicas para verificar se o inquilino é civilizado : )

Quanto a isto nada a dizer, e sou a favor a que existam estas regras. Ajuda-nos a viver em comunidade e com respeito pelo proximo.

Pagamentos

Hoje é dia de pagamentos, como vamos passar o Natal em Portugal com a familia tratamos de ir descansados : )

Aproveito para explicar como processo os pagamentos da renda, seguros e facturas de telefone/internet.

Existe a possibilidade de débito directo, no entanto pagamos quase tudo na Poste (Correios).

Quando recebemos as facturas para pagar temos uma zona cor de rosa chamada versement que se retira pelo picotado e entrega na Poste.

A Poste vende por 2 CHFs um livro de recibos onde escrevemos os dados do destinatario, como: nome, morada, codigo postal e numero de conta. Este pequeno livro é carimbado no acto de pagamento e permite carimbar até 300 pagamentos.

Um forma simples de guardar e comprovar os pagamentos : )

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Lausanne de noite

video

Nas portas de Saint François até ao iluminado Hotel Palace : )

M2 Lausanne

video

Pequeno video do M2 de Lausanne, o metro mais avancado do mundo.

Completamente "telecomandado" como uma jovem mãe explicava à menina de cor de rosa que ia toda feliz à frente a "conduzir" : )

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Vignette suisse 2009

Hoje fui buscar a vignette autoroute para o ano 2009. Esta é obrigatoria e permite circular em todas as auto-estradas na Suíça sem excepção.

Pode ser comprado na Poste (correios) sem filas de espera e com o preco de 40 CHF francos suíços, cerca de 25.30 euros. O que é basicamente o custo de ida de Espinho a Alverca, cerca de 280 km.

Já não bastava isto e ainda leio na pagina online da Brisa:

"Porquê pagar portagens?

Nenhuma estrada é gratuita. Directa ou indirectamente, os encargos são suportados pelos cidadãos. Contudo, há diferenças importantes a considerar:

- Apesar de as auto-estradas parecerem mais caras, o custo total destes projectos tende a ser inferior. A construção de auto-estradas (financiada em grande parte com receitas de portagens) é bem mais rápida do que a de estradas pagas apenas com impostos. A razão é evidente: no caso das primeiras, desde o início das obras que se pode contar com a totalidade do capital necessário. Desta forma é possível fazer uma gestão equilibrada dos fundos disponíveis.

Em última análise, ao optarem pelo conforto, comodidade e pela qualidade que as auto-estradas oferecem, os utentes estão a intervir de forma activa no financiamento das auto-estradas presentes e futuras.

Assim, pagar portagens equivale em termos práticos a construir novas auto-estradas. Em suma, com o simples gesto, cada qual faz uma aposta efectiva no crescimento e desenvolvimento estrutural do país..."

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

sábado, 6 de dezembro de 2008

Com ou sem permis...

Os trabalhadores estrangeiros na Suíça têm permis que substituem cá o Bilhete de Identidade nacional.

Existem vários tipos de permis desde o de refugiados até ao que são entregue aos trabalhadores de países vizinhos como a França, Áustria, Alemanha ou Itália.

Os que nos interessam basicamente são três. Permis L, B e C.


Autorisation de séjour
- Permis L - temporário, para residentes de curta duração e actividades inferiores a 1 ano

Autorisation de courte durée - Permis B - Validade 1 ano, renovável automaticamente até 5 anos.

Autorisation d’établissement - Permis C - trabalhar e residir há mais de 5 anos. Sem validade.

A situação é que à excepção de algumas áreas como IT, enfermagem, entre outras de bastante procura, é muito complicado chegar à Suíça e obter um permis B.

Existem vagas disponíveis para cidadãos europeus mas na sua grande maioria todos os anúncios pedem pelo menos o permis B.

Um ciclo vicioso: sem contrato de trabalho não há permis B e sem permis B não há contrato de trabalho.

Como a maior parte das empresas não contrata fixo para os seus quadros, restam as agências de trabalho temporário com vagas para fábricas, hotéis, construção civil e limpezas onde se recebe o permis L. Trabalhos que sendo franco os suíços simplesmente não têm interesse em desempenhar...

Além de salários ilíquidos abaixo de 3000 CHF em trabalhos não qualificados e horários por turnos, ter um permis temporário não ajuda ao arrendar uma casa. Subscrever seguros e autorizações de estacionamento tornam-se mais caros.

Cursos como Psicologia, Dentista, Veterinária, Farmácia, Terapias, necessitam de reconhecimento académico. Ou seja, papelada e gastos em equivalências.

Dominar o idioma do cantão é fundamental. Não aconselho vir para a Suíça sem contrato de trabalho, o custo de vida é alto e rapidamente se pode desmotivar. Quem quiser emigrar por dinheiro penso igualmente ser um erro a não cometer.

Boa sorte a todos!

Toys 4 the Big Boys...

Hoje fui ao Palais de Beaulieu, centro de exposições de Lausanne. Está a decorrer a exposição Bourse Internationale aux Armes.

Quem me conhece sabe que adoro militaria! As armas não matam, o Chuck Norris sim! : )

Com 90 expositores e stands de coleccionadores e uma entrada apenas de 13 CHF (cerca de 8.50 euros) nem pensei duas vezes e lá fui. Sozinho claro que a Miss Sonhos Milka acha isso uma perda de tempo! Faltam os meus camaradas de Portugal para discutirmos a História das Guerras Mundiais e salivarmos com a beleza das armas!

Logo à entrada da Expo 3 barraquinhas a degustar enchidos, queijos e vinhos. E faziam questão que provassemos mesmo que não tivessemos intenção de comprar. Deviam de ser Suiço-Italianos pelo jeito de negociar : )

Do lado esquerdo e já dentro da exposição encontro uma demonstração de Sambo, arte marcial russa (www.sambo.ch). Falei com o instructor Hervé Gheldman, um tipo simpático. Disse que com o meu porte teria prazer em dar-me aulas. Perguntei se podia filmar, respondeu em vez disso que podia comprar o DVD.

Aqui está ele de vermelho... O dojo fica em Genéve... lá me safei!

video

E é bem melhor que ele não insista muito! Ahhhhh Yáhhhh! : )

A seguir uma livraria muito completa com vários livros e revistas militares desde as guerras de Napoleão, a militaria americana, inglesa, francesa, holandesa e até guerra civil espanhola! Nem uma só referência a forças portuguesas, guerra colonial e nem sequer à minha querida Armada Portuguesa do tempo dos Descobrimentos. Entristece-me como Portugal, dono de metade do Mundo fez-se cair em tal esquecimento.

Centenas de calibres diferentes de munições, pistolas a armas semi-automáticas e lança-chamas! Tudo à venda mas claro, para quem tem pelo menos o permis de residência C.

Como curiosidade aqui ficam os preços de alguns artigos:


AKS 74U calibre 5.45 (por apenas) 835 euros

Pistola Glock calibre 9 mm (por apenas) 550 euros

Lança-Chamas (por apenas) 970 euros! ACTION hahaha!

Infelizmente não era possível fotografar ou filmar o evento. Com tanto suíço armado não ia sequer arriscar : )

Deixo-vos as imagens de exposições anteriores

Ano 2007


Ano 2006


"Rambo, anda cá Rambo! Precisamos de falar sobre o pai Natal! Vais ficar triste por saber isto mas... o Pai Natal não existe!!!

Existe sim! Pára com isso!! Isso é uma mentira que vocês inventaram... A mim é que não me enganam..."

Com tanta adrenalina ainda fico assim

video

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Laundry day...

Quinta-Feira... como a semana passa rápido! Hoje tenho uma tarde divertida em que fico a olhar para uma máquina de lavar e a contar 28 minutos para trás. Que seca!

Fiquei a descobrir que o nosso prédio foi desenhado por um arquitecto suíço muito conhecido em 1930 e que no Verão até é usual ver-se locais a capturarem imagens (esta estória num próximo tópico...)

Na cave do nosso prédio existem 2 divisões destinadas a lavagem e secagem de roupa com estendais e com máquinas industriais. Recarrega-se o cartão magnético com CHFs, insere-se no sistema da imagem e escolhe-se o tipo de lavagem que se pretende.

Com este sistema basta trazer amaciador de roupa e detergente. Cada vizinho tem o seu dia marcado num plano de limpeza organizado pela concierge. Existe igualmente manhãs e tardes livres para quem necessitar de lavar roupa mais do que uma vez por semana, como é o caso de famílias com crianças. Basta apenas colocar uma placa adesiva com nosso apelido em cima dessas folgas.



Depois de lavada passamos para a divisão do lado. Um túnel de vento com porta fechada e um calor quase insuportável : )

Por respeito geral e pelo silêncio a máquina apaga-se automaticamente às 9 da noite. Após a lavagem e secagem é obrigatória a limpeza de filtros das máquinas.

Quanto a custos, 3 lavagens de 28 minutos cada por 1.20 CHF (cerca de 0.78 euros). In your face EDP!!

Uma máquina de lavar roupa dentro de casa seria mais cómodo mas concerteza mais dispendioso.

O complicado é gerir os horários de trabalho com os de lavagem. Mas com tempo consegue-se uma melhor organização e criar hábitos. Pondo nas palavras da Miss Sonhos Milka: "se ajudasses mais era mais fácil para todos!" Ora toma! : )

Silêncio é fundamental por aqui!. Não são permitidas máquinas de lavar dentro de casa para haver silêncio e evitar inundações, danificando piso, criando humidade, entre outros.

Assim dormimos mais descansados e não temos que levar com o antigo vizinho de Portugal que às 2 da manhã decide colocar uma máquina a lavar roupa ou aspirar a casa. É cada panca!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Marché de Noël Lausanne

Hoje foi o dia de aniversário da minha pequenina! Aproveitamos a tarde para dar um passeio à Place Saint-François e visitar o pequeno mercado de Natal.

Igualmente fizemos algumas compras em lojas tradicionais, entre as quais na Paul, outro soberbo bolo, e na Fnac : )

Tradicionais porque já é costume não resistir ao passar por elas. Ai o espírito consumista do Natal!

Não podia deixar de beber numa das barraquinhas o meu preferido Chocolat Chaud Rhum (chocolate quente com rum). Madame glup glup un de plus s'il vous plaît! :)

video

video

Vamos visitar o de Montreux mas queria mesmo era ir a Zurique! Aqui estão as mais bonitas animações de Natal da Suíça!

Aceitam-se donativos via Pay Pal :)

Para terminar o dia uma bela vista dos Alpes e do Lago Léman. Ainda estivemos a ver as casas de sonho nos folhetos imobiliários mas ainda não foi desta que o Euromilhões veio cá para casa : (

Link útil:

www.noel-lausanne.ch

Uma volta pelo centro...

.... e vejo cada personagem aos tremeliques e a falarem sozinhos com as árvores e carros.

E ainda querem legalizar as drogas neste país?!