terça-feira, 28 de janeiro de 2014

A hora da despedida

Desde 2008 que não íamos a Portugal durante as férias de Natal. Ficamos até ao 31 de Dezembro. A diferença no preço dos voos era enorme para o dia 1 ou 2 de Janeiro. Decidimos que a data mais importante é mesmo o Natal, com a família e amigos. Foi muito bom rever quem mais gostamos apesar do tempo não ajudar. Choveu todo o tempo!

O que mais custa é a despedida. Aprendi isso este ano. Nas últimas vezes que visitei Portugal não dava muita importância à despedida, não que as pessoas não tivessem valor para mim (pelo contrário), para por estar perto e estar sempre em contacto, quer por telefone, quer por Facebook ou Skype. Mas quando vemos os nossos avós e a nossa mãe e não sabemos como será o dia de amanhã, se recebemos a tal chamada, o maldito telefonema das más notícias... Essa regra do "Manual do Emigrante" que nos obriga a ter um dinheiro de lado pronto para reservar sem demora um bilhete de avião. Esse imprevisto que não pensamos no dia a dia mas que acontece a todos... Só aí damos valor à hora da despedida, ao momento de abraçar os nossos e pedir-lhe que se cuidem que nós estamos bem.

6 comentários:

Diana Santos disse...

como me revi neste post. No ano passado perdi os meus avos e nao pude vir ao funeral, nao necessariamente pelo dinheiro mas pelo trabalho. Estou a viver em NY e aogra encontro-me de ferias em Portugal, mas ja ca nao vinha ha dois anos.

Francisco Mota disse...

gosto deste comentário.já me
aconteceu a mim e continua.É triste deixar o nosso pais..

Sonhos Milka disse...

Eu sabia que me ias compreender! Boas férias Diana! Não tiveste muita "sorte" no tempo (frio e chuva). Aproveita para matar saudades dos doces e gastronomia :)

Obrigado pela tua mensagem!

Sonhos Milka

Sonhos Milka disse...

Olá Francisco! Obrigado pela tua mensagem!

Lamentavelmente é algo que acontece mais cedo ou mais tarde a todos que estão longe da família e amigos.

Devíamos de deixar o nosso país apenas por desafio e aventura, quer pessoal ou profissional e não por obrigação.

Um abraço,

Sonhos Milka

SirWallace disse...

Boa noite Pablo, podes criar um post acerca do pos refrendo. Ja agora quem for para ai agora que adversidades pode encontrar?
Obrigado

Sonhos Milka disse...

Boa noite SirWallace, obrigado pela mensagem! Amanhã espero fazer um resumo do que penso, tem sido bastante comentado até na minha empresa onde possivelmente 80% trabalhadores são estrangeiros.

Um abraço,

Pablo