segunda-feira, 30 de março de 2009

Fim de semana

Acordar de manhã cedo e dar uma longa caminhada em Ouchy, no Lago Léman.

Aproveitamos para visitar uma exposição de antiguidades. Nesta conhecemos uma simpática senhora americana que, encantada com o nosso interesse e apesar da sua dificuldade em caminhar, fez questão em mostrar-nos as suas belas peças de joalharia . Falamos do fabrico e do design e do glamour de outros tempos. Orgulhosamente descrevia as actrizes que nos anos 50 e 60 usaram as suas peças. Peças que fez questão que tocassemos apesar do seu imenso valor, nem sequer tinham etiquetas com preço :)

Almoçamos pela primeira vez a tradicional Raclette, cozinhada numa Racleteira! Muita graça acho a este nome :D

O queijo típico da raclete provém do cantão de Valais. Devido a acordos bilaterais com a UE, o mercado está inundado com raclete estrangeiro o que tem prejudicado os nossos humildes paysans (agricultores suíços).
Bem que estranhei o baixo preço do queijo da raclete mas quando chegamos vi em letras muito miudinhas a proveniência francesa. Fui enganado!!! Na próxima já sabemos! : )
De preparação simples, o queijo é aquecido e raspado sobre os pratos dos comensais. Depois é colocado em cima das batatas previamente cozidas. Vários acompanhamentos podem ser utilizados: bacon, pickles, entre outros.

À tarde assistimos em casa ao fantástico filme "Un franco, 14 pesetas", baseado na emigração espanhola nos anos 60, com uma grande interpretação do realizador Carlos Iglésias. Neste descreve a sua própria experiência como filho de emigrantes.

Recomendado! Não fica nada atrás do Cinema Paradiso ; )

video

2 comentários:

Fernando Racletteiro Colaco disse...

LOLOLOL Não acredito que só agora é que decidiste experimentar uma Raclette, tendo em conta há quanto tempo aqui estás :) Aposto que daqui a 3 meses vais experimentar fondue de queijo e mais tarde Rösti.

Agora a sério, também sou apreciador e aderi logo à raclette depois de experimentar. Bastante prático quando há visitas e resulta num optimo "jantar social". Conselho, a não ser para quem adore dores de barriga das sérias: não beber nada muito fresco (cola, ice tea). Até aconselho chá quente ou vinho a temperatura ambiente- De outra forma o queijo solidifica e dá direito ao efeito rolha, nada agradável. :D

Sonhos Milka disse...

Grüezi Colaço :)

O Rösti foi o primeiro. Mas ainda falta o fondue de queijo e chocolate. E o engraçado é que temos todos os aparelhos em casa dos anteriores residentes canadianos viciados em comida típica suíça :)

Efeito rolha! :D